Cansei de ser contrário.

by Edgar . 0 Comments

Quer saber? Matem todos. Matem essas crianças malditas que incomodam nos faróis. E quer saber? Matem todos, inclusive esses filhinhos de papai que se drogam nas baladas da high-society. Matem os malditos bandidos que assaltam nossas casas. E, quer saber mais? Matem os malditos políticos que assaltam nossos cofres públicos. Matem todos. Quer saber, cansei de ser contrário. Cansei de defender uma racionalidade cuja a qual se defecam toneladas de opiniões. Basta! Matem todos. Sim, todos. Pois eu cansei de ser contrário. Se bárbaro é aquilo que não se faz entre os seus, os meus querem a morte. Matem todos. E se sobrar um único alguém, que se mate. Cansei de ser contrário. Passo para o lado dos otários e, quem não gostar, mate-me.

Até o próximo texto.
Fênix

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.